ARAPIRACA - SEGUNDA MAIOR CIDADE DO ESTADO DE ALAGOAS

ARAPIRACA  - SEGUNDA MAIOR CIDADE DO ESTADO DE ALAGOASArapiraca - Aspectos Gerais

Arapiraca, segunda maior cidade do Estado está localizada no coração de Alagoas na região Agreste, a 137 Km da capital, Maceió. Possui uma população de 225.300 habitantes (Projeção para 2012 IBGE). É uma das principais cidades do Nordeste e é passagem obrigatória para o escoamento de produtos da região, abrangendo a rota de grandes centros econômicos. Sua localização geográfica privilegiada interliga as demais regiões geo- econômicas do Estado e caracateriza-se como pólo de abastecimento agropecuário, comercial, industrial e de serviços. Arapiraca atende às necessidades regionais, minimiza as distâncias entre os centros de abastecimento e potencializa o desenvolvimento da região. O povo arapiraquense é uma de suas riquezas, além da garra e competência, é generoso e receptivo com seus visitantes.

História de Arapiraca
História de Arapiraca
Arapiraca é uma árvore da família das Leguminosas Mimosáceas - Piptadênia (Piteodolobim), uma espécie de angico branco muito comum no Agreste e no Sertão. Foi embaixo da Arapiraca, localizada a margem do Riacho Seco, que Manoel André Correia dos Santos descansava, enquanto desmatava as terras em procura de uma fonte de água doce onde pudesse se instalar para tomar posse da propriedade Alto do Espigão do Simão de Cangandú adquirida em 1848, por seu sogro Capitão Amaro da Silva Valente Macedo, que residia no então Povoado Cacimbinhas, município de Palmeira dos Índios.

A aconchegante sombra da arvore fez com que Manoel André tivesse uma idéia: construir uma cabana de madeira coberta com cascas de angico, onde depois fez sua casa, numa distância de cerca de cem metros, onde se instalaria com a família que viera de Cacimbinhas. Aos poucos seus irmãos e irmãs, cunhados e cunhadas, sobrinhos e parentes se instalaram no local, transformando os arredores daquela árvore em um povoado.

Estes foram os primeiros povoadores, cujas famílias cresceram Assim, alguns remanescentes de Manoel André como os filhos de Maria Rosa Correia dos Santos e Lúcio Roberto da Silva, passaram a usar o sobrenome Lúcio; os filhos de José Veríssimo dos Santos foram assim registrados: Manoel Antonio Pereira de Magalhães, Antonio Leite da Silva, Esperidião Rodrigues da Silva, José Nunes de Magalhães, Joana Umbelina de Magalhães, entre outros.

Em 1864, Manoel André construiu a capela de Santa Cruz e escolheu como padroeira Nossa Senhora do Bom Conselho (padroeira até hoje). Sua inauguração foi com uma Missa celebrada pelo Padre Otávio de Oliveira em 02 de fevereiro de 1865.

Com o falecimento de Manoel André, no ano de 1890, o major Esperidião Rodrigues continuou sua obra, assumindo a liderança política da localidade. Associou-se com Florêncio Apolinário e criam a primeira casa de negócio no povoado, no ramo de estivas e tecidos. Em 1884, Esperidião Rodrigues da Silva, cria a feira. Pelo Decreto Lei nº 12 de 1º de maio de 1890, foi criada uma escola mista no povoado de Arapiraca, mas somente no governo de Barão de Traipú, em 1891, foi nomeada a primeira professora Marieta Peixoto Rodrigues. Ainda no governo do Barão de Traipú, por iniciativa de Esperidião Rodrigues da Silva, foi criado o Distrito de Sub-delegacia de polícia.

Com a fabricação da melhor farinha da região, e o franco progresso da feira, e a posição central do povoado, com a trilha aberta comdestino ao Rio São Francisco, tornou-se o povoado, centro mais adiantado que a própria sede do município (Limoeiro de Anadia), que até esta data não tinha estradas para evacua seus produtos.

Na eleição de 1892, Manoel Antônio Pereira Magalhães, sobrinho de Manoel André Correia, é eleito para o cargo de intendente do município de Limoeiro de Anadia. Durante a sua gestão, construiu o açude público, localizado em cacimbas (atualmente Lago da Perucaba). Foi durante o governo de Gabino Besouro criado o Cartório do Registro Civil. A partir de 1892, povoado começou a se desenvolver, com a construção de mais casas. Em 1908, foi criada a Sociedade Musical União Arapiraquense, ficando como seu primeiro presidente o comerciante Esperidião Rodrigues da Silva. Todo instrumental da Banda foi comprado em Paris. No dia 02 de fevereiro de 1909, pela primeira vez, a Banda tocou a retreta da festa da padroeira, sob a regência do amestro Vieira.

Economia de ArapiracaEconomia de Arapiraca

Indústrias - O setor secundário conta com 394 indústrias, sendo 40 de grande porte - o que vem impulsionado o desenvolvimento econômico, tornando-se um fator marcante na receita tributária. São, em geral, agro-indústrias de beneficiamento do fumo, indústrias de alimentos, beneficiadoras de madeira, produtos minerais não metálicos, produção de confecções além dos Arranjos Produtivos Locais da mandioca e de móveis. Para atrair a instalação de indústrias em solo arapiraquense foram realizados investimentos em infra-estrutura, a exemplo do Distrito Industrial que procura ordenar o uso e ocupação do solo, o poucas unidades disponíveis. A atual gestão já trabalha na identificação da área e todo processo qual se encontra com de ampliação deste núcleo visando firmar Arapiraca como pólo industrial e logístico de Alagoas, visto que o município está interligado às demais cidades nordestinas e aos principais centros econômicos do país. Associado a isto, há vantagens de localização, como a pequena distância do centro da cidade (5km), e a proximidade da rodovia AL-485 que a liga à capital e ao sul do país.

Economia de Arapiraca
Agropecuária - Arapiraca tem sua economia agropecuária fudamentada na exploração de pequenos propriedades, basicamente em regime de economia familiar. É o mais importante município da região Agreste do Estado de Alagoas e, em virtude da sua estrutura fundiária ser caracterizada pela predominância do minifúndio, verifica-se uma expressiva diversidade de cultivos e criações. Destacam-se a produção de mandioca, hortaliças, fumo em corda, frutas e a criação de aves de corte e postura, caprinos, ovinos e bovinos de corte e leite. Abastecemos hoje 90% das hortaliças folhosas vendidas no CEASA da capital.

Comércio - A atividade comercial, especialmente o comércio varejista, é um dos setores mais importantes da cidade devido à grande diversidade de artigos e mercadorias que oferece. A área urbana é a mais representativa onde se pode encontrar uma boa quantidade de opções de estabelecimentos comerciais, como: supermercados, distribuidoras de alimentos, revendedoras de veículos, lojas de material de construção, farmácias, lojas de confecção, tecidos, papelarias, eletrodomésticos, móveis, panificadoras, entre outras. Praticamente todas as cidades circunvizinhas que integram a região são abastecidas pelo comércio de Arapiraca.

Em virtude do seu potencial empreendedor, a cidade possui um expressivo número de micro e pequenas empresas, significativamente diversificadas em sua produção, que se encontram hoje, em sua maioria, buscando o mercado competitivo. Uma característica marcante de Arapiraca são as feiras livres que acontecem semanalmente em vários bairros, em especial a das segundas feiras, importante historicamente por ser considerada uma das maiores da região Nordeste.

Serviços - A prestação de serviços, também considerada como uma das principais vocações do município, tem ocupado um lugar de grande destaque na região. Além da telefonia fixa, possui três grandes operadoras de telefonia móvel. Conta com a sucursal de três jornais alagoanos, além de jornais locais, bem como um informativo municipal elaborado pela própria Prefeitura. Conta ainda com cinco emissoras de rádio e diversas rádios comunitárias. Há, ainda, estabelecimentos bancários que atendem não só o município, como também a demanda de cidades vizinhas. Quanto à rede hoteleira, encontram-se instalados 15 hotéis e pousadas,sendo disponibilizados 1.130 leitos, que de terça a sexta são lotados em função do grande número de pessoas que se instalam em Arapiraca para efetuarem seus negócios. Outro seguimento que está em forte consolidação é a gastronomia, com implantação de novos restaurantes, pizzarias, sorveterias e outros. Possui uma Empresa de Correios e Telégrafos que mantém agências locais que atendem os bairros e povoados. Possui prerrogativas que a caracterizam como pólo de turismo de negócios de Alagoas. Conta com instituições como SEBRAE, SENAI, SENAT, SESI, SESC e SENAC, reconhecidas pelo conjunto da sociedade empresarial brasileira e comunidade internacional. Possui representação em todos os níveis de entidades de classe como: CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas). ACISA (Associação Comercial Industrial, Serviços e Agropecuária), AMPEC (Associação das Micro e Pequenas Empresas de Arapiraca), ADEDIA (Associação Empresarial Industrial de Arapiraca), SINDILOJAS, STR (Sindicato dos Trabalhadores Rurais), Sindicato Rural Patronal, FACOMAR (Federação das Associações Comunitárias de Arapiraca), entre outras.

Fonte: www.arapiraca.al.gov.br
            www.klimanaturali.org 

LUCIANO MENDE Farias