Vietnã, Geografia e História do Vietnã

Vietnã, Geografia e História do Vietnã

Vietnã, Geografia e História do Vietnã
Área: 329.566 km².
Capital: Hanói.
População – 88 milhões (2016);

O Vietnã está localizado na península da Indochina, no sudeste da Ásia. Seu território é coberto por florestas tropicais e planícies alagadas nos deltas do rio Vermelho e do Mekong, onde há plantações de arroz, o principal produto agrícola nacional. O país sofre as conseqüências dos mais de 15 anos da Guerra do Vietnã (1959/1975) e da ação dos Estados Unidos da América (EUA) no conflito. Os bombardeios norte-americanos com o desfolhante químico "agente laranja" destruíram grandes áreas agrícolas e de floresta, ainda não recuperadas. O isolamento internacional após a implantação do comunismo contribui para a estagnação econômica. Na década de 1990, o governo adota modelo semelhante ao da China, combinando liberalização econômica e regime de partido único.

História do Vietnã

Os primeiros habitantes do atual território vietnamita instalam-se na península da Indochina no século III a.C. A região fica sob domínio chinês de 111 a.C. até 939. A partir de então, alternam-se períodos de independência e de vassalagem à China. Entre os vários reinos instalados na Indochina, os principais são Anã, Champa e Khmer (atual Camboja). Em 1516 os portugueses chegam à região. O Reino de Anã divide-se e, em 1558, cortes independentes se estabelecem nas cidades de Hanói e Hue (região central), enquanto Champa controla o delta do rio Mekong (sul). Anã unifica-se em 1802 e, de sua capital (Hue), passa a dominar todo o Vietnã.

Bandeira do VietnãDomínio francês – Em 1859, a França invade Saigon e enfrenta, durante três anos, a população local. Um tratado de paz é assinado em 1862. Novos territórios passam para o domínio francês, que funda uma colônia no sul da península em 1867, a Cochinchina. Em 1883 instala dois protetorados no norte, Anã e Tonkin. Em 1887, forma-se a União da Indochina, que reúne sob o jugo colonial francês Cochinchina, Anã, Tonkin e Camboja. Mais tarde, o Laos também passa a fazer parte da união. O Partido Comunista da Indochina é fundado em 1930, por Ho Chi Min. Cerca de uma década mais tarde, cria-se a Liga pela Independência (Vietminh), liderada pelos comunistas. Durante a II Guerra Mundial, a Indochina é invadida pelos japoneses, contra os quais o Vietminh organiza guerrilhas. Ao fim da guerra, a França reocupa a Indochina. Em 1945, o Vietminh proclama a independência e forma a República Democrática do Vietnã. Segue-se a abdicação do imperador. No ano seguinte, diante da solidez do Vietminh no norte e de sua fraca implantação no sul, forma-se um Estado no norte. Começa a luta armada entre o Vietminh e os franceses. Em 1949, a França impõe Bao Daï como imperador do Vietnã. No ano seguinte, porém, se vê obrigada a reconhecer a independência do país, que se mantém na Comunidade Francesa de Nações.

Divisão – O Vietminh continua a luta pelo controle do território. Em 1954, os franceses retiram-se, derrotados na batalha de Diem Bien Phu. Um armistício consolida a divisão do Vietnã em dois Estados: Vietnã do Norte, sob o regime comunista de Ho Chi Minh, e Vietnã do Sul, monarquia encabeçada por Bao Daï. O monarca é deposto no ano seguinte por Ngo Dinh Diem, que proclama a
República no sul e assume a Presidência.

Hanoi, Capital do Vietnã
Hanoi, Capital do Vietnã
Guerra do Vietnã – A guerrilha comunista intensifica os combates no sul com a formação da Frente de Libertação Nacional, conhecida como Vietcong, que luta para derrubar o regime de Diem e reunificar o país. A Guerra do Vietnã começa em 1959 e opõe militares do Vietnã do Sul à guerrilha apoiada pelo Vietnã do Norte. Os EUA se envolvem no conflito em 1961 e ampliam seu apoio ao sul até a intervenção militar aberta, quatro anos depois. Os vietcongues resistem aos ataques com táticas de guerrilha. A violência e a continuidade da guerra levam a opinião pública dos EUA a opor-se à participação do país no conflito. Ho Chi Minh morre em 1969. Os bombardeios norte-americanos sobre Hanói, em 1972, e o bloqueio de portos norte-vietnamitas não dão resultado. No auge da guerra, os EUA têm cerca de meio milhão de militares envolvidos. Em 1973 aceitam o cessar-fogo e retiram-se da região dois anos depois. Morrem no conflito mais de 180 mil vietnamitas e 46 mil norte-americanos.

Reunificação – Com a retirada dos EUA, os comunistas ocupam Saigon, em abril de 1975, pondo fim à guerra. A cidade passa posteriormente a se chamar Ho Chi Minh. Em 2 de julho de 1976, o Vietnã é oficialmente reunificado sob o regime comunista, aliado da União Soviética (URSS). O governo nacionaliza empresas, coletiviza a agricultura e reprime opositores. Milhares de pessoas são enviadas a campos de trabalho forçado. Tensões com a China aumentam em 1978, quando o Vietnã invade o Camboja e derruba o regime do Khmer Vermelho, aliado dos chineses, instalando um governo pró-vietnamita. Em 1979, em represália, a China realiza ataques contra o Vietnã. Na década de 1980, o Vietnã mergulha numa crise econômica, agravada pelo embargo comercial imposto pelos EUA e pelo alto custo da presença militar no Camboja.

Abertura econômica – O congresso do Partido Comunista do Vietnã (PC) de 1986 introduz reformas liberalizantes, inspiradas na abertura política da URSS. Em 1989, o Vietnã retira-se do Camboja. Em 1994, os EUA suspendem o embargo comercial de 30 anos. Na eleição parlamentar de 1997, pela primeira vez permite-se que concorram candidatos não filiados ao PC. O comunista Tran Duc Luong, favorável à limitação das reformas, assume a Presidência, enquanto o reformista Phan Van Khai assume o cargo de primeiro-ministro.

Crise asiática – A crise financeira no Sudeste Asiático atinge o Vietnã em 1998, com queda acentuada na cotação da moeda. O volume de recursos estrangeiros dirigidos ao país em 1999 cai de forma drástica em relação ao ano anterior. Em julho de 2000 começa a funcionar a primeira bolsa de valores no país desde a II Guerra Mundial. No mesmo mês, o governo do Vietnã e o dos EUA assinam acordo que elimina todas as restrições ao comércio bilateral. A aproximação chega ao auge com a visita, em novembro, do presidente norte-americano Bill Clinton.

Em 2001 a minoria étnica dos montagnards, da região central do país, protesta contra a perda de terras para migrantes do norte. Os protestos são reprimidos. O PC elege como secretário-geral o reformista Nong Doc Manh. Nas eleições para o Parlamento em 2002, 445 cadeiras ficam com o PC, e as outras 53, com candidatos independentes. Em 2003, um tribunal condena 15 montagnards à prisão, acusados de subversão; no ano seguinte, mais nove são condenados. Em junho de 2003, o chefe mafioso Nam Cam e mais cinco são condenados à morte, entre 154 envolvidos com o crime organizado, no maior julgamento da história do país.

Gripe do frango – Em janeiro de 2004, o governo vietnamita confirma as primeiras mortes de seres humanos causadas pela gripe do frango. Casos da doença continuarão surgindo nos meses seguintes. Também em janeiro, a Associação Vietnamita das Vítimas do Agente Laranja solicita à Suprema Corte dos EUA reparação a três vietnamitas afetados pelo desfolhante. Em junho, o mafioso Nam Cam é executado. No mês seguinte, o ativista pró-democracia Nguyen Dan Que, que já ficou 18 anos preso, é condenado a 30 meses de prisão por criticar o governo em um artigo pela internet. Mais dois dissidentes recebem detenção de 19 meses.

História Cronológica do Vietnã

  • 207 a.C, fundação de Nam Viet.
  • 111 a.C, a Dinastia Han conquistou e anexou o reino de Nam Viet.
  • 40 - 43, distúrbios das irmãs Trung. Administração direta da China.
  • 544 - 602, introdução do budismo.
  • 938, as tropas de Ngo Quyen derrotam os chineses. O reino de Dai Co Viet é criado.
  • 968-980, Dinh Dynasty.
  • 980 - 1009, Le (antiga) dinastia.
  • 1010-1225, dinastia Ly.
  • 1226 - 1400, dinastia Tran.
  • 1258, primeira invasão dos mongóis.
  • 1406, invasão Ming.
  • 1418, levante de Le Loi contra o invasor chinês.
  • Em 1427, Le Loi derrotou o ming.
  • 1428 - 1788, a última dinastia.
  • Século XVII, primeiras missões católicas.
  • 1802 - 1945, dinastia Nguyen.
  • Em 1858, os franceses invadiram Da Nang.
  • 1867, a cochinquina se torna uma colônia francesa.
  • 1883, Tonkin e Annam tornam-se protetorados franceses.
  • 1887, união de Indochina.
  • 1940, o Japão invade a Indochina.
  • 1945, Ho Chi Minh declara a independência do Vietnã e fundou a República Democrática do Vietnã. O exército francês mais uma vez ocupa o sul do país. O imperador Bao Dai abdica.
  • Em 1946, a guerra estourou entre a França e o vietminh do exército.
  • 1954, derrota do exército francês em Dien Bien Phu.
  • 1955, acordos de Genebra. Divisão do país em duas no paralelo 17.
  • 1964 - 1975, envolvimento dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã.
  • 1968, ofensiva do Vietnã do Norte durante o partido Têt.
  • 1969, morte de Ho Chi Minh.
  • 1975, os vietcongs tomam Saigon.
  • 1976, reunificação do país. O Vietnã é renomeado como a República Socialista do Vietnã.
  • 1978, o Vietnã invade o Camboja.
  • 1987, o Vietnã abre para o turismo.
  • 1989, o Vietnã retira suas tropas do Camboja.
  • 1994, fim do embargo dos EUA.
  • 1995, admissão do país à Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN).
  • 1996, campanha contra a influência estrangeira.
  • Junho 1996, VIII Congresso do Partido Comunista Vietnamita, não são realizadas reformas políticas.
  • A Assembleia Nacional elege o presidente da República Socialista para o vice-primeiro ministro Trân Duc Luong.
  • 2000, uma visita oficial do presidente dos EUA, Bill Clinton.
  • Fevereiro de 2001, visita oficial do presidente russo, Vladimir Putin.
  • Abril de 2001, IX Congresso do Partido Comunista da Vietnamita.
  • Acordo de comércio bilateral entre o Vietnã e os Estados Unidos, ainda em vigor.
  • Maio de 2002, eleições legislativas. A nova Assembleia Nacional nomeia novamente o Presidente da República.
  • Outubro de 2002, a primeira visita oficial de um chefe de estado vietnamita, Trân Duc Luong, à França desde o restabelecimento das relações diplomáticas em 1973.
  • 2004, o Vietnã organiza a 5ª Cúpula da Eurásia em Hanói. Além disso, a diplomacia vietnamita pretende aderir à OMC até o final de 2006.
Feriados
  • Primeiro de janeiro - Ano Novo.
  • Entre 19 de janeiro e 20 de fevereiro - Festival de Têt (Ano Novo Vietnamita de acordo com o calendário lunar)
  • 3 de fevereiro - Aniversário da fundação do Partido Comunista Vietnamita.
30 de abril - Saigon Liberation Party (cada cidade comemora a festa, entre meados de abril e início de maio).

  • Abril: são celebradas muitas festividades de pagodes (conjunto de edifícios herdados do budismo com arquitetura que está em perfeita harmonia com a natureza) na província de Ha Tay, no norte do país. O festival do pagode Thay (o pagode do Mestre), do quinto ao sétimo dia do terceiro mês lunar (calendário lunar correspondente aos 2, 3 e 4 de abril de 2007) é celebrado no município de Sai Son, no distrito de Quoc Oai. Ele homenagea Tu Dao Hanh (o professor), um monge budista que se tornou o rei Ly Than Ton e inventou a arte de marionetes aquáticos no Vietnã. Durante a celebração, são organizados jogos e atividades de lazer. A representação de marionetas aquáticas no Pavilhão Thuy Dinh continua a ser o centro das festividades. O festival da pagode de perfumes (pagão de Huong), desde o sexto dia do primeiro mês lunar até o décimo oitavo dia do terceiro mês (que corresponde ao período de 22 de fevereiro a 2 de maio de 2007) ocorre em o distrito de Huong Son. A maior festa no Vietnã recebe milhares de peregrinos que visitam pagodes, cavernas e templos em busca da sorte, da felicidade, da saúde e, de passagem, aproveitam as maravilhosas paisagens das montanhas. O festival de pagoda Tay Phuong, no sexto dia do terceiro mês lunar (abril), está organizado no pagode Tay Phuong dedicado a Buda, no distrito de Thach Xa, distrito de Thach That. Os turistas podem admirar uma multidão de estátuas lacadas e douradas do pagode, uma verdadeira flor da arte da madeira do tempo da dinastia tardia de Ly.
  • 1 de Maio - Dia do Trabalho
  • 2 de setembro - Dia Nacional (Ho Chi Minh fundou em 1945 a República Democrática do Vietnã do Norte)
  • Festas tradicionais - O terceiro mês do calendário lunar.
  • Têt Thanh Minh, festa do falecido, a quem são oferecidas ofertas - O quinto dia do quinto mês.
  • Têt Doan Ngo, o festival do solstício de verão, no qual os deuses são agradecidos pela safra do ano.
  • O décimo quinto dia do oitavo mês - Têt Trung Thu, Festival do Médio Outono, que presta homenagem às crianças.

Yen Bai

Yen Bai
Yen Bai (vietnamita: Yên Bái) é uma província do Vietnã.

www.megatimes.com.br

LUCIANO MENDE Farias